Coronavirus (COVID-19) e Catadores

FONE:
0800 878 1061

NOVIDADES

sexta, 17 de abril de 2020

Coronavirus (COVID-19) e Catadores


1. Dicas para catadoras e catadores de materiais recicláveis sobre o coronavírus 




Este documento proporciona ideias sobre como as pessoas catadoras e outras trabalhadoras e trabalhadores que têm contato com resíduos podem se proteger e reivindicar condições de trabalho mais seguras em face à COVID-19. As recomendações apresentadas neste documento estão baseadas em feedbacks e conteúdo de apoio de diversas organizações de catadoras e catadores do mundo inteiro, informações sobre o tratamento e gestão da COVID-19, dicas proporcionadas pela Organização Mundial da Saúde e recomendações dos epidemiologistas 1 sobre determinadas questões que podem apresentar controvérsias (como o uso de máscaras faciais).


Representantes da Aliança Global de Catadores tentaram validar e melhorar as recomendações feitas por grupos de catadoras e catadores, através de uma revisão da literatura disponível sobre a COVID-19, e incluíram neste documento debates profundos sobre questões como o uso das máscaras e o tempo de permanência do coronavírus nas superfícies, para que assim as organizações de catadoras e catadores possam tomar decisões adequadas para suas pessoas trabalhadoras e seus ambientes de trabalho.  Este documento pretende ser principalmente um recurso para as organizações de catadores, mas também pode ser utilizado por outras entidades envolvidas com a coleta de resíduos e de materiais que poderiam estar contaminados pelo coronavírus.


Isenção de responsabilidade


A pesquisa sobre a transmissão do coronavírus ainda está no começo e vamos atualizar estas recomendações assim que saibamos mais sobre o tema. Nos casos em que fazemos recomendações baseadas em dados incompletos, tentamos citar as diferentes argumentações e descobertas e fomos muito cuidadosos ao utilizarmos as informações mais prudentes disponíveis. Geralmente, sugerimos que as pessoas trabalhadoras e organizações sigam as recomendações de suas autoridades de saúde nacionais.


O que é o coronavírus/COVID-19?


Os coronavírus são uma família viral que causam doenças em humanos e animais. Em dezembro de 2019, um vírus altamente contagioso foi descoberto em Wuhan, China. Esse vírus gera a doença COVID-19.  Após apenas alguns meses, o coronavírus se espalhou pelo mundo inteiro e foi declarado pandemia pela Organização Mundial da Saúde. A COVID-19 representa uma ameaça às pessoas, especialmente às trabalhadoras e trabalhadores na coleta de resíduos ou outras pessoas que podem ficar expostas ao vírus por causa de seu trabalho.


Como o coronavírus se espalha?  2


As pessoas podem pegar o coronavírus a partir de outras que tenham o vírus. A doença pode se propagar entre as pessoas através das gotas que saem do nariz ou da boca e que se espalham quando uma pessoa infectada pelo vírus tosse, espirra ou exala. Essas gotas caem sobre objetos ou superfícies em volta das pessoas. Outras pessoas podem pegar o coronavírus ao tocar esses objetos ou superfícies e depois tocar os olhos, nariz ou mãos. Também é possível o contágio ao inalar as gotas que saem de uma pessoa com coronavírus que as tossiu ou exalou.


Por causa disso é importante ficar a uma distância maior a um metro (3 pés) da pessoa que está doente. Há pesquisas que estão sendo feitas constantemente no mundo inteiro para entender melhor como é que se espalha o coronavírus.


Quem está em risco?


Todo mundo está em risco de contrair a doença, mas há certo grupo de pessoas que têm um alto risco de padecer de uma doença grave e até morrer por causa do vírus. As pessoas idosas (65+) e aquelas com problemas médicos como pressão arterial, problemas coronários, imunodeficiência, obesidade, problemas no rim ou no fígado, doenças respiratórias como a asma, ou diabetes podem desenvolver uma doença mais séria. As mulheres grávidas também podem estar em risco 3.


Quais são os sintomas da COVID-19?


Os sintomas mais comuns da COVID-19 são febre, cansaço e tosse seca. Há pacientes que podem apresentar sintomas como dores, congestão nasal, nariz escorrendo, dor de garganta ou diarreia. Esses sintomas geralmente são leves e começam a ser percebidos gradualmente 4. A perda de gosto e olfato também podem ser sintomas. Algumas pessoas podem estar infectadas sem apresentar sintomas 5. As pessoas sem sintomas também podem transmitir o vírus a outras.


O que você deve fazer se apresentar sintomas?


Se você tiver febre, tosse ou dificuldade para respirar, deve se isolar e procurar assistência ligando para seu médico ou médica. Se você ligar antes de ir ao hospital, poderá ser dirigido ao estabelecimento correto.


Como catadoras e catadores podem se proteger da COVID-19?


Dicas gerais para todas a pessoas


Evite os lugares com muitas pessoas; fique pelo menos a um metro (três pés) de distância de outras pessoas e fique em casa o máximo possível. Alguns países recomendam uma distância de dois metros (6 pés)2. Em espaços fechados, segundo as novas recomendações, as pessoas devem estar separadas por um mínimo de 4,5 metros (15 pés) de distância.




Lave as suas mãos com sabão e água durante pelo menos 20 segundos, e lave todas as partes das mãos. Lave suas mãos ao chegar em casa, antes e após se alimentar ou fumar, após tocar objetos de uso coletivo (o que inclui o dinheiro), após espirrar ou tossir, antes e depois de tocar o seu rosto.




Use álcool gel 70%l, ou diretamente álcool 70% + álcool isopropílico quando não for possível lavar as mãos. O álcool gel somente funciona se as mãos não estiverem tão sujas ou engorduradas.Desinfete regularmente as superfícies e objetos frequentemente usados, como os celulares.




Não cumprimente pessoas apertando mãos, dando abraços ou beijos.



Evite tocar o seu rosto. Lave as mãos antes e após tocar o rosto.Evite compartilhar objetos que toquem o rosto, como copos, canudos, travesseiros, toalhas, dispositivos para fumar, etc.



Cubra o rosto com a parte interna do cotovelo se tossir ou espirrar. Lave suas mãos após tossir ou espirrar.

Tire os sapatos e as roupas possivelmente contaminadas antes de entrar em sua casa.

Evite comer alimentos que não foram preparados em sua casa.

Tome muita água potável, alimentos saudáveis e durma muito para manter o sistema imunológico forte.Caso você tenha tido contato com alguém com COVID-19, faça quarentena durante pelo menos 15 dias e informe a outras pessoas com as quais você tenha estado.Isole-se ficando em casa se você começar a se sentir mal, mesmo que tenha sintomas leves como dor de cabeça, febre baixa (37,3 ºC/ 99,1 F ou mais), nariz escorrendo, até se recuperar. Se for essencial que alguém lhe entregue suprimentos ou se você tiver que sair (para comprar alimento, por exemplo), use uma máscara para evitar infectar outras pessoas. Mantenha-se atualizada ou atualizado sobre os lugares (cidades ou regiões) onde o coronavírus está se espalhando e, se for possível, evite viajar a essas áreas —especialmente se você faz parte do grupo de risco.



Dicas adicionais para pessoas que trabalham com resíduos



As pessoas consideradas grupos de risco não devem ir ao trabalho. O resto da população deve trabalhar de forma individual ou em pequenos grupos e manter pelo menos 1 metro (três pés) de distância. Se as pessoas trabalhadoras estiverem em grupos, devem manter os mesmos grupos todos os dias. Assim, se alguém pegar coronavírus, será mais fácil identificar e fazer com que aquelas pessoas que estiveram expostas façam quarentena.



Presuma que qualquer material ou peça de resíduo reciclável que você está manipulando pode estar contaminado pelo vírus. Acredita-se que os coronavírus podem viver até 9 dias sobre as superfícies .
Evite a exposição às fumaças ou ao pó derivados dos resíduos, especialmente quando os resíduos estiverem sendo descarregados ou compactados .Trabalhadoras e trabalhadores com cabelos compridos devem amarrá-los para evitar contaminar seu rosto.Use luvas enquanto trabalha, mas saiba que suas luvas podem contaminar facilmente as superfícies e espalhar o vírus se não forem usadas de forma adequada. Evite colocar as luvas no seu bolso (é melhor guardá-las numa sacola de plástico determinada). Nunca toque o seu rosto com as luvas.



Lave as suas mãos com sabão e água antes e depois da jornada de coleta de resíduos e toda vez que tire as luvas.



Leve com você uma solução de álcool 70% para higienização das mãos quando não tiver acesso a água e sabão.



Tente trabalhar somente em lugares bem arejados. Limpe regularmente as superfícies de uso frequente com álcool 70% ou sabão e água. Use equipamento de trabalho, o que inclui luvas, e cubra sua pele e seus cabelos o máximo possível enquanto trabalha. Tire as roupas (o que inclui os sapatos) e o equipamento de trabalho antes de entrar em sua casa. Tome um banho após completar sua jornada de trabalho e lave suas roupas de coleta e seu equipamento de trabalho todos os dias. Não faça uma triagem meticulosa dos materiais e evite tocar e triar materiais que sugiram a existência de doença, como lenços de papel, máscaras, recipientes para medicação, como xarope para a tosse etc., ou que parecerem estar marcados como material perigoso. Evite triar materiais que você não vê adequadamente. Estabeleça sistemas de comunicação com seus colegas para que as pessoas possam estar informadas se alguém se sentir doente ou precisar de assistência. Estabeleça protocolos para o caso de que alguém seja diagnosticado com a COVID-19.


Máscaras faciais: devemos usá-las ou não?


Máscaras faciais

Existem muitas informações conflitantes sobre a eficácia do uso de máscaras faciais para proteger as pessoas da COVID-19, especialmente porque as máscaras podem ser facilmente contaminadas e poderiam até acrescentar o risco de exposição 12. Também poderiam dar ao usuário uma falsa sensação de segurança. Por enquanto, as máscaras só deveriam ser usadas por trabalhadoras e trabalhadores da saúde. A maioria dos usuários comuns não foi treinada para usá-las e ajustá-las corretamente e a maior parte das pessoas que as usam não sela corretamente as beiras da máscara ao redor do rosto. Também costumam contaminar a parte interna da máscara ou as próprias mãos ao tocar a parte externa da máscara. Além disso, o uso de barba pode impedir o selo facial correto.


As máscaras de proteção respiratórias como as Nº 95 e Nº 99 podem proteger as pessoas da COVID-19 se elas estiverem expostas a uma pessoa infectada contanto que a máscara esteja limpa e firmemente fixa no rosto. As máscaras de proteção respiratórias não são suficientes e deveriam ficar reservadas para trabalhadoras e trabalhadores da saúde. Observe que os respiradores purificadores de ar com válvula de exalação podem expelir gotas de tosse ou espirro através da válvula de exalação e por isso não devem ser usados por pessoas suspeitas de terem o vírus.


As máscaras faciais sem válvula de exalação, como as máscaras de tecido e as máscaras cirúrgicas descartáveis, geralmente são consideradas úteis sempre que forem usadas por uma pessoa doente para reduzir a probabilidade de expor outras ao vírus. Não são consideradas úteis para proteger o usuário de pegar o vírus de outra pessoa, já que as partículas de vírus da tosse ou espirro podem flutuar no ar e entrar ao redor da beira da máscara. Podem reduzir a exposição, mas não garantem a proteção contra todos os materiais suspensos no ar. Não está claro se as partículas do coronavírus que contaminam uma superfície podem ficar suspensas no ar, numa partícula de pó, e ser inaladas, como pode acontecer com os resíduos de pó contaminados quando são movidos ou compactados.


Considere o uso de uma máscara enquanto trabalha somente se todos os itens a seguir se aplicarem:



  • Você está se expondo ao pó ou ao ar dos resíduos enquanto estiver trabalhando ou você está em contato com outras pessoas enquanto estiver trabalhando.

  • A máscara cria um selo ao redor de seu rosto.

  • Você é cuidadoso em não tocar a parte dianteira da máscara.

  • Você só coloca e remove a máscara tocando as alças para as orelhas.

  • Você lava suas mãos com sabão ou desinfetante de mãos antes e depois de tocar a máscara.

  • Você descarta a máscara após usá-la.

  • Você troca a máscara quando ela fica molhada.


Não use a máscara:



  • Se você não puder descartar a máscara após usá-la.

  • Se existe a possibilidade de a máscara ter ficado contaminada.


Apoio


Peça a sua cooperativa, associação, empregador para:



  • Sistematizar as medidas de prevenção para evitar a infecção com o vírus no ambiente de trabalho, e incluir um sistema de comunicação para que os trabalhadores fiquem sabendo se algum colega ficar doente ou precisar de assistência.

  • Publicar informações atualizadas sobre a COVID-19 e sobre como sua cidade está respondendo.

  • Fornecer postos de lavagem de mãos com água limpa e sabonete líquido no local de trabalho.

  • Fornecer álcool gel e equipamento de proteção para trabalhadoras e trabalhadores.

  • Manter o ambiente de trabalho bem arejado e higienizar regularmente as superfícies de uso frequente.

  • Garantir a compensação para as trabalhadoras e trabalhadores que ficarem doentes com a COVID-19; e para aquelas pessoas que estejam obrigadas a ficar em casa para cuidar das crianças que não estão na escola ou das pessoas infectadas; ou que não devem trabalhar porque fazem parte do grupo de risco.


Peça aos residentes para:



  • Separar os resíduos da maneira que sua organização considerar mais segura para trabalhadoras e trabalhadores. Muitas cooperativas estão sugerindo às famílias a separação de resíduos em três categorias: orgânicos, secos e perigosos (a última categoria inclui resíduos do banheiro e qualquer coisa que possa estar contaminada pelo coronavírus). Algumas cooperativas têm lançado campanhas pedindo aos residentes para marcar os resíduos perigosos com um ponto vermelho ou uma marca padrão. Em muitos lugares, pede-se que os resíduos potencialmente perigosos estejam selados em duas sacolas de plástico e sejam separados durante pelo menos 72 horas antes de serem descartados para a coleta.

  • Ajudar as pessoas trabalhadoras com o acesso a sabão e água para a lavagem de mãos, e compartilhar outros recursos que catadoras e catadores possam precisar.

  • Agradecer às pessoas que coletam resíduos pelos serviços que fornecem.


Peça a líderes e pessoas com cargos públicos para:



  • Financiar e fornecer o acesso a equipamento de proteção (máscaras e luvas), elementos de higiene (postos públicos de lavagem de mãos com sabão e água e higienizadores de mãos) e diretrizes de saúde para trabalhadoras e trabalhadores em emprego informal.

  • Apoiar as catadoras e catadores de materiais recicláveis em suas solicitações a famílias e empresas.

    Assegurar que a coleta de resíduos continue sendo feita durante a crise para evitar que a comunidade sofra de doenças infecciosas adicionais.

  • Assegurar um acesso adequado e rápido ao diagnóstico e tratamento gratuito da COVID-19.

  • Financiar o alcance educativo e a distribuição de suprimentos para as comunidades que não têm acesso adequado a água limpa e a postos de higienização.

  • Tomar providências urgentes para direcionar os fundos a subsídios de dinheiro para todas e todos os trabalhadores em emprego informal, sem importar a nacionalidade ou a situação fiscal.

  • Incluir a representação de organizações da economia informal em debates nacionais e regionais sobre as respostas econômicas e sanitárias à COVID-19.

  • Reconhecer as catadoras e catadores como pessoas trabalhadoras da linha de frente que merecem especial apoio e reconhecimento.


Tendências e comentários finais


As coisas estão mudando de forma muito rápida enquanto o coronavírus se espalha pelo mundo, e essa mudança envolve o setor de gestão de resíduos. Muitas cidades estão suspendendo a coleta de determinados materiais, como resíduos volumosos e recicláveis 14. Muitas cidades estão pedindo aos residentes para selar resíduos potencialmente contaminados em uma ou duas sacolas de plástico e descartá-las com os resíduos comuns. Na Inglaterra, pede-se às famílias nas quais possa haver um caso de COVID-19 positivo que confirmem o resultado do diagnóstico negativo antes de descartarem os resíduos potencialmente contaminados 15. Se os resultados forem positivos, alguns países pedem aos residentes para esperar 72 horas antes de jogá-los fora. Os depósitos de lixo estão sendo fechados em muitos lugares, assim como os programas para a coleta de recicláveis. Nos lugares nos quais a coleta de materiais foi atrasada ou suspensa, os residentes devem selar e guardar os resíduos em suas casas num lugar afastado das pessoas e dos animais.


De modo geral, a recomendação parece ser que os serviços de coleta de resíduos mistos essenciais devem continuar para não criar um surto de doenças infecciosas para além da COVID-19, mas os serviços menos essenciais, como a coleta de materiais recicláveis (que geralmente são mais limpos que os outros resíduos) pode ser atrasada ou suspensa. Nossa recomendação é que se as catadoras e catadores que não estejam fornecendo o serviço de coleta de resíduos mistos puderem não trabalhar e ficar em suas casas, assim o façam. Nos casos em que a coleta de resíduos deve continuar, devem ser feitos todos os esforços possíveis para restringir o contato entre pessoas e empacotar de forma segura os resíduos potencialmente contaminados, e que as pessoas que trabalham com resíduos exijam às autoridades que se ocupem da segurança no trabalho e econômica.

Fonte: GLOBAL REC

MANDE UM ZAP!